Arquivo da tag: casamento

Como fazer um chá de lingerie?

Palestra de striptease com elegância e requinte

Palestra de striptease com elegância e requinte

Independentemente da nomenclatura, – chá de lingerie, chá de cozinha, chá bar, despedida de solteira ou open house, – o mais importante é reunir as amigas e organizar uma reunião repleta de ‘boas’ surpresas.

No ápice do encontro, quando a noiva já recepcionou suas convidadas e os burburinhos tomaram conta do espaço, uma ‘convidada especial’ entra no recinto e surpreende a todas com uma palestra muito elucidativa. Striptease, massagem sensual e outras técnicas de sedução estão entre os assuntos mais pedidos.

Embora a tradição peça que o comando da festa fique por conta de uma madrinha ou uma irmã, por exemplo, neste tipo de evento é comum a noiva contratar o serviço. “O foco não é apenas reunir as amigas para abrir presentes ou falar sobre o casamento. A ideia é apimentar o encontro, garantindo muita descontração e proporcionando um clima agradável, sem intimidar”, esclarece a palestrante do Clube da Calcinha, Flávia Flohr.

Dicas do Clube da Calcinha:

Quantas pessoas convidar?
Trinta mulheres é um número excelente para que a festa não perca o caráter intimista.

Onde fazer?
Prefira um ambiente mais familiar. No salão de festas do prédio, no apartamento ou na casa da noiva ou de uma amiga. As boutiques de lingerie também costumam ter salas exclusivas para esse tipo de evento. Motéis e lugares abertos como bares e restaurantes podem inibir as convidadas.

Qual a melhor data?
Marque a festa com trinta dias de antecedência para você ter tempo de avisar todas as convidadas e providenciar tudo. O melhor dia? Um mês ou quinze dias antes do casamento. Horário: sábado ou domingo à tarde, ainda são as melhores pedidas!

O que devo servir?
Tem que ser algo fácil e descomplicado. Sanduíches embalados individualmente, canapés variados e frutas secas são opções práticas e bem leves. Capriche no bolo e na mesa de doces, que podem ganhar formatos inusitados de lingerie (biscoitos, chocolates, cupcakes etc). Brigadeiros etílicos não podem faltar! Para beber: que tal caipirinhas de frutas? Deixe as garrafas de bebida-base (saquê ou vodca) em um lindo balde de gelo e as frutinhas cortadinhas em potes decorativos.

É correto fazer uma lista de presentes?
Vale lembrar que a convidada, provavelmente, vai comprar o presente de casamento, portanto, caso faça uma lista de utensílios, acessórios de bar ou lingerie, seja coerente na escolha. O motivo do encontro é ‘celebrar’ a amizade!

Como deve ser a decoração?
Não economize em criatividade! Nada como uma boa visita à Rua 25 de Março ou ao bairro do Pari, em São Paulo, para encontrar excelentes opções de penduricalhos e enfeitinhos inusitados. Flores dão um upgrade instantâneo da decoração. Capriche!

Serviço:
Palestras sensuais do Clube da Calcinha
chadelingerie@clubedacalcinha.com.br
Tel. (11) 5068-0099 ou (11) 99602-0697

Ensaio sensual: um presente para a vida!

A fotógrafa Juliana Vega começou sua carreira registrando eventos sociais, casamentos e retratos de família. A aproximação com as mulheres que costumam contratar o seu trabalho trouxe uma série de confidências, experiências e afinidades. Foi, então, que Juliana teve a ideia de registrá-las com o objetivo de explorar a feminilidade e a sensualidade de cada uma delas. A aceitação foi imediata e a fotógrafa especializou-se também na produção de ensaios sensuais.

Segundo Juliana, os motivos que levam uma mulher a definir pela realização do seu ensaio são diversos. “Pode ser o desejo pessoal de se eternizar um momento ou uma boa fase da vida; uma forma de presentear o parceiro ou simplesmente quando acontece uma autodescoberta da sensualidade. Quando a mulher se produz para um evento ou para o ensaio, qual é a frase que ela mais ouve? ‘Nossa, você parece outra!’ ou ‘Como você fica linda produzida’. O que fazemos é trazer essa sensualidade para fora, exteriorizando a beleza suprimida pelo dia a dia”, conta Juliana.

Na opinião da fotógrafa, o que surpreende esta mulher ou o seu parceiro é a atitude de mostrar o  que eles conhecem tão bem entre quatro paredes. “Buscamos a sensualidade em todos os momentos: pré casamento (boudoir), trash the dress, gravidez, aniversário de casamento”, explica ela, que é uma motivadora nata da autoestima feminina, afinal, Juliana é mãe de gêmeos e sabe muito bem, como é conciliar maternidade e os diferentes papéis.

Basicamente, ela trabalha com duas linhas de ensaios: uma envolvendo sessões de duas horas em média, com no máximo duas produções feitas em estúdio; e a linha “glamour”, com duração de quatro horas, que envolve uma produção mais elaborada e personalizada. “Quanto aos produtos, nas duas linhas, oferecemos quatro opções de finalização: fotos em DVD, revista sensual, fotolivro e o book luxo”, orienta.

Definido o tipo de ensaio e depois de longas conversas, Juliana procura, junto com sua ‘modelo’, viabilizar a realização dos sonhos e desejos da moça, com o estudo dos cenários, figurinos temáticos e sensuais. “Podemos fazer as fotos no nosso estúdio, em boutiques sensuais, motéis ou quartos de hotéis. Existe também a possibilidade  de realizar ensaios em praias, parques, enfim, onde a imaginação da cliente nos levar!”, salienta.

Quando a intenção é presentear o parceiro com um livro book, por exemplo, é sempre uma surpresa gratificante. “Nos deleitamos com os olhares de prazer, a emoção e o carinho quando eles veem a sua mulher tão real como uma diva de cinema, uma celebridade igual, ou melhor, do que as das revistas masculinas”, conta Juliana.  

A fotógrafo Juliana e sua amiga e sócia no estúdio, a empresária Angela Motta, que foi clicada também no belíssimo ensaio acima

Para Valéria, que foi fotografada por Juliana em dois locais, na boutique sensual Baby Dolls, em São Paulo, e na praia, a realização do ensaio e o resultado final surtiram um turbilhão de emoções novas e deliciosas. “Não tenho palavras para expressar a minha felicidade! Antes mesmo de saber o resultado das fotos, que diga-se , estão lindas, eu já estava realizada e completamente satisfeita. Dizem que a felicidade é um estado de espírito momentâneo, até porque se fosse contínuo…não a perceberíamos! Então, posso dizer que pelo menos durante esse período estou muito feliz! Pois,  descobri que muito mais do que um presente para o meu marido, a quem amo muito, esse dia de rainha foi um presente para mim! Estou feliz por saber que SIM, EU POSSO! Isso faz toda a diferença! Isso faz você continuar, rir, chorar e ter medo….mas estar feliz! Estou realmente impressionada e satisfeita com o trabalho realizado. Não canso de olhar as fotos e lembro de cada momento… de cada detalhe! Que recordação! Que momento especial!”, finaliza.

Mais informações sobre ensaio sensual: juvega@julianavegafotografia.com.br
www.julianavegafotografia.com.br

Duo Party: primeira edição!

O evento da última sexta, 25 de março, no Palácio dos Cedros, em São Paulo, comemorou um ano de sucesso da parceria de duas mulheres ‘admiradíssimas por nós’ e empreendedoras do setor de eventos, Amanda Accioli Salusse (Amandica Indica!) e Yolanda Cirello (Seu Evento.Net)

A primeira edição da festa ‘Duo Party’ foi um sucesso e contou com parceiros renomados, além de trazer um desfile belíssimo assinado pela estilista Solaine Piccoli e com make & hair da Puntuale.

Veja a cobertura completa em Amandica Indica!Seu evento. Net! 

Amanda Accioli Salusse (Amandica Indica!) e Yollanda Cirello (Seuevento.Net): sucesso na internet e no mundo dos eventos

Da esquerda para a direita: Martha Noronha, Carol Montenegro (ambas da Puntuale), Rosana Negrão, Amanda A. Salusse, Yolanda Cirello e Solaine Piccoli

Ele trai e pede perdão. E você?

Seu relacionamento não anda bem já faz algum tempo, sempre que você tenta conversar, acabam brigando. Até que chega a hora e você desiste.

A situação se arrasta sem solução até que você descobre que seu marido tem um caso e o seu chão desmorona. O choque parece não ser só seu, porque seu parceiro entra em desespero e implora seu perdão. Faz mil promessas e pede para você levar em conta coisas do tipo: o tempo em que estão juntos, os filhos e assim por diante. Então você para e pensa: “E eu? Como retornar à vida?”

Não é por ser um fato tão corriqueiro em nossa sociedade que possa ser banalizado, afinal existe muita dor envolvida nisso. Sentir-se enganado em qualquer tipo de relacionamento é cruel, mas quando a traição parte de alguém tão intimamente ligado, é uma dor asfixiante que merece todo respeito. Mas também posso dizer acertadamente que muitas mulheres passaram por isso e conseguiram vencer, saindo ainda mais fortes e resolutas dessa provação.

O arrependimento do cônjuge, num primeiro momento, pode parecer falso e, com certeza, ele terá que se esmerar para provar isso a você, afinal, os elos de confiança se desmancharam. Também é um momento tão delicado que você pode até estar pensando que seria melhor que ele fosse embora e a desobrigasse de tomar essa decisão. Claro que cada ser humano é único, mas reflitamos em índices para termos uma idéia: A potência sexual no homem tem um apelo muito forte, representando quase que sua identidade. Infelizmente é comum que em algum momento da vida, por inúmeras razões, sintam-se inseguros quanto a sua masculinidade e procurem prová-la através de casos extraconjugais. Costumam dizer que os faz sentir potentes e cheios de vida, mas que não passa disso. Dessa forma, existe grande chance do seu marido estar sendo sincero e que tudo o que aconteceu não tenha mesmo passado de “fantasia” para ele. O inquestionável é que seu marido não foi procurar o que não encontrou em você, ele busca o que não tem em si mesmo!

No entanto, o que soa de mais urgente é a questão: e você? Porque a pessoa mais importante da sua vida é você mesma! Então essa é a grande resposta que deve buscar. Eu sugiro que procure inicialmente avaliar o que seria a sua vida se ele fosse embora realmente. Projete em seu pensamento como se você se visse de fora; então, o que viria? Estaria melhor, pior ou do mesmo jeito que está agora? Faça o mesmo imaginando que você põe um fim nesse casamento, não quer mais a partir de agora; e então, como se vê nessa situação? Consegue imaginar como se sentiria diante das consequências dessa sua atitude? E finalmente, continue olhando-se como se assistisse a sua própria vida e pense em você dando uma nova chance para esse casamento. Como seria ficar com ele? Você só enxerga como tem sido ou consegue vislumbrar maneiras diferentes? Se você não conseguiu fazer esse exercício, tente novamente, ele a ajudará a separar a emoção da razão, dando-lhe maior possibilidade de escolha lúcida. Você entende o quanto as suas emoções têm influenciado a sua vida? É compreensivo depois de seu trauma!

Nossa vida se desencadeia através de nossas escolhas, por isso, precisamos estar atentos a elas. Independente de qual for a sua, tenha em mente que fará tudo para sentir-se melhor e mais feliz na vida. Isso é o importante! Portanto, arregace as mangas e comece logo o trabalho de procurar maior satisfação para você mesma, determine que o tempo de chorar já acabou; construa novos tempos para você.

Autora: Suely Buriasco é escritora, mediadora de conflitos e educadora. Mais informações www.suelyburiasco.com.br

SOS Noivinhas

Quem já casou ou está na fase de planejamento conhece bem os prazeres, as alegrias e as dúvidas desta tarefa. Organizar um casamento não é fácil e seguir todas as “regras” para que tudo saia como sonhado é bem complicado. mas, nada que não possa ser feito com a ajuda de quem entende.

Por isso, Márcia Possik, organizadora de casamentos, reuniu as principais dúvidas e aflições das futuras noivas e preparou um mini-guia que vai te auxiliar a tomar as mais variadas decisões: “A escolha da data do casamento fica a critério dos noivos, mas é recomendável verificar se o dia escolhido para o enlace não coincide com um feriado. Normalmente, as pessoas fazem planos para estes dias de folga. Se você quer um casamento cheio e uma festa animada, é bom tomar este pequeno cuidado”, disse.

Casamento seguro – parte 2

Acompanhe a segunda parte do texto da advogada Amanda Salusse sobre os contratos antenupciais e suas vantagens: “Coisas que não adianta constar nestes acordos são a imposição de um valor limite para a pensão alimentícia em caso de separação ou estipular uma multa para caso de traição de uma das partes, como se ouve muito em separação de artistas hollywoodianos, pois este tipo de cláusula não tem validade aqui no Brasil porque não estão de acordo com o nosso Código Civil”, diz. Se você está planejando casar, coloque na lista de coisas a pensar e planejar e converse com seu futuro marido. Uma decisão tomada antes do problema acontecer – se acontecer – vai ser benéficia aos dois.

DPC (Depressão Pós-Casamento)

Passada a euforia dos preparativos e da cerimônia, muitas noivas deparam-se com a realidade do casamento. Um vazio se instala e a sensação de vazio vem junto. A isso dá-se o nome de “post wedding blues”, uma espécie de depressão pós-casamento. Para explicar o que é e como retomar a vida normal, nada melhor que ouvir de alguém que quase passou por isso. Na coluna deste mês, a advogada Amanda Salusse fala sobre esse problema que afeta algumas ex-noivinhas: “Um estudo já mostrou que um em cada dez pares de noivos recentes, ao “caírem na real” da vida de casados ficaram perdidos e até certo ponto tristes. Esse comportamento ganhou o nome de “post wedding blues” (depressão pós nupcial). Este estado de espírito pode durar meses, deixando os afetados desiludidos, confusos e até levando-os a questionar se o casamento não teria sido um erro! Mas, essa sensação de vazio é normal”, diz Amanda.

Joias: o toque final

Fotot JC Noivas

Delicadas e lindas, a joias podem e devem fazer parte do figurino de noivas e noivos. Sim, eles também pode usar um acessório. Mas, para todos a ´velha máxima: menos é mais! Para não ter dúvidas sobre o que e como usar, nossa colunista, especializada em organização de casamento Marcia Possik, preparou um texto especial cheio de dicas: “Para começar, invista na joia que combine com o modelo de vestido escolhido. A regra para colares costuma ser a mesma: não use! Não importa se o seu vestido acolhe um lindo colar. O importante é que a noiva não ostente demais. Nos cabelos, pontos de luz são a melhor pedida para o momento. Além de estarem em alta, eles fazem bonito sem ser chamativos demais”, diz Marcia.

Os brincos também devem ser atentamente escolhidos. Se seu vestido for um tomara que caia, opte por um brinco maior, acompanhado por cabelo solto ou parcialmente preso. Já se a escolha for um frente-única, a dica é cabelos presos e o uso de uma coroa ou tiara.

Noiva linda e grávida!

Grávida e linda sim! Sem problemas. É claro que o planejamento da cerimônia, do vestido, enfim, devem sofrer algumas modificações para garantir o bem estar da noiva-mamãe, mas nada que seja muito complicado. Este mês, Amanda Salusse conta o que essas futuras noivinhas podem e devem fazer para ter a festa dos sonhos, sem correr riscos ou incômodos. “Casar durante a gravidez deixou de ser um tabu para a mulher moderna: quer coisa mais bonita que aquela barriguinha sobressaindo sob o vestido de noiva? Mas, com isso, há também a  necessidade de adaptar o tão sonhado vestido para a barriga saliente, bem como as eventuais mudanças no corpo, que não são poucas!”, diz Amanda.

Assim, mesmo grávida, com poucos ou muitos quilos a mais, o objetivo é garantir o brilho da futura mamãe no casamento, dando a ela liberdade de movimento, suavidade e a sofisticação que a data pede e merece.

Exame pré-nupcial

As preocupações e “tarefas” que envolvem o casamento vão muito além da cerimônia e das festas. É preciso deixar um pouco de lado o conto de fadas e pensar em coisas práticas que vão interferir no resto da vida do casal. O exame pré-nupcial é fundamental para assegurar que ambos estão bem e garantir a saúde dos futuros filhotes. Neste mês, nossa colunista Márcia Possik que vai além dos detalhes da cerimônia fala sobre a importância desses exames e conta o que é preciso fazer: “Tão importantes quanto os detalhes da cerimônia, os exames que precedem o casamento são uma garantia para os noivos, pois são por meio deles que se diagnosticam doenças, tratáveis ou não, que possam interferir na vida sexual ou em futuras gestações”, diz a consultora de casamentos.