Arquivo da tag: beleza

Saúde: como está a da sua pele?

Quando você se olha no espelho, o que vê? Um rosto com rugas? Apenas com linhas finas? Flacidez? Ou uma expressão de juventude e equilíbrio? Às vezes, o primeiro pensamento é correr para o cirurgião plástico, mas será que o seu estilo de vida e hábitos contribuem para a boa aparência?

Há vários fatores que podem ajudar ou atrapalhar a aparência da pele:

Cafeína: O consumo exagerado de cafeína, e ela não está só no café, mas também, em chás (preto, mate e verde) e chocolate; podem desidratar sua pele.

Álcool: Pode causar vasodilatação da pele, inclusive dando um aspecto de vermelhidão que não vai embora. Além disso, o álcool depleta vitamina A, um importante antioxidante envolvido na regeneração celular, o que gera um aspecto mais envelhecido da pele.

Fumo: nicotina diminui fluxo sanguíneo da pele, roubando o aspecto saudável e também destrói a elasticidade, que promove as rugas. O ato de tragar o cigarro adiciona linhas finas na área da boca e acima dos lábios.
Fumantes tem 3x mais probabilidade de desenvolver um tipo de câncer de pele, chamado de carcinoma de células escamosas do que não fumantes, conforme estudo publicado no “Journal Of Clinical Oncology”.

Alimentação deficiente: A pele reflete o estado nutricional e a qualidade da dieta.

Excesso de açúcar: exagerar no consumo de doces e alimentos de alto índice glicêmico pode causar rugas! Segundo o British Journal Of Dermatology, o açúcar promove um processo natural chamado de glicação, no qual.
Quanto mais açúcar você consumir, mais a lesão destas proteínas e mais números de rugas em sua face.

Ingestão inadequada de líquidos: A pele pode ficar desidratada.

Mudanças hormonais: As flutuações hormonais que ocorrem desde a puberdade, gravidez, pré menstruar, menopausa, ovários policísticos e andropausa.
Pele seca esta geralmente associada ao hipotireoidismo, por exemplo.

Dra. Alessandra Rascovski é endocrinologista e membro da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (Sbem) e da Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade (Abeso)

Sexo pós-gravidez: paciência, tudo irá melhorar!

Noites em claro, choro do bebê, seios cheios de leite, hormônios a mil por hora e a libido vai ficando a quilômetros de distância, além do que o marido enfrenta aquela ‘seca’ de dar dó. Isso tudo é muito comum e acomete muitas mulheres que acabaram de ter seus bebês.

O desejo sexual muda muito nas diferentes fases da gravidez. No primeiro e no terceiro trimestres, há uma diminuição do desejo e da atividade sexual. No segundo trimestre, há um aumento do apetite sexual das mulheres.

Não há como negar que a chegada de um bebê altera, e muito, a rotina de qualquer casal. Em muitas vezes, as mudanças começam ainda no período da gestação. A expectativa com a chegada de um novo integrante na família, as mudanças hormonais e físicas da mulher, as dúvidas e as angústias são alguns dos fatores que influenciam a vida sexual dos futuros pais. De acordo com a ginecologista Rosa Maria Neme, o desejo sexual muda muito nas diferentes fases da gravidez. No primeiro e no terceiro trimestres, há uma diminuição do desejo e da atividade sexual. No segundo trimestre, há um aumento do apetite sexual das mulheres. “Só que nessa fase, em geral, os próprios parceiros têm receio em ter relações, por medo de machucar o bebê. Porém eles precisam ser informados de que não há perigo algum em ocorrer qualquer problema se tiverem relações sexuais com suas mulheres, desde que não haja contra-indicações médicas. Além disso, os casais podem ter relações sexuais até a fase do parto, contanto que a gestante não se sinta incomodada pelo peso da barriga”, explica.

Mas, geralmente, depois que o bebê nasce os “problemas” relacionados ao sexo ficam mais evidentes. Afinal, quem consegue pensar “naquilo” ficando noites sem dormir, tendo de amamentar de hora em hora? Os primeiros meses são realmente difíceis, já que a adaptação a essa nova vida leva certo tempo. E por falar em tempo, esse sim “desaparece” da noite para o dia. Com isso, deixamos tudo de lado para cuidarmos do (a) pequeno (a) rebento (a) e, quando sobra “aquele” tempinho precioso, só pensamos em… descansar e dormir!

Sendo assim, a sexualidade fica naturalmente de lado. “Isto é normal acontecer, principalmente com as mulheres que amamentam. O hormônio que estimula a formação e a ejeção do leite da mama diminui a produção de testosterona no corpo da mulher, reduzindo, consequentemente, a libido. Além disso, a mulher, após o nascimento do bebê, tende a ficar mais cansada pelo ritmo de vida diferente”, revela Rosa Maria Neme.

Segundo a ginecologista e sexóloga Ângela Carvalho, este momento não é fácil para o casal, especialmente para a mulher. Ela aconselha que o parceiro participe dessa rotina, pois, assim, poderá compreender melhor essa fase de grandes mudanças e terá a oportunidade de ajudar e participar da vida do bebê. “Quando a nova mamãe tem a colaboração e a compreensão do companheiro, terá melhores condições de administrar o pouco tempo que lhe resta disponível”, diz.

Entretanto, é importante que ambos, principalmente o parceiro, compreendam que a falta de libido da mulher ocorre em função da alteração hormonal. “Idealmente isto deve ser abordado pelo médico obstetra na frente do marido, mostrando que não se trata apenas de uma “má vontade” da mulher em ter relações e que o problema é realmente fisiológico. Além disso, a mulher deve conversar com o parceiro sobre isto”, ressalta Rosa Maria Neme.

Para a sexóloga Ângela Carvalho, esse entendimento deverá ser buscado desde a gestação, com participação do casal nos cursos de gestante, leituras e muito diálogo. “O marido envolvido com a gestação compreenderá melhor essas mudanças”, analisa.

Por isso, se seu parceiro está desesperado para saber quando irá terminar esse período de “secura”, pode tranquilizá-lo. Normalmente, tudo tende a melhorar quando a mulher para de amamentar. “A paciência é a alma do negócio. O retorno à vida sexual estará permitido depois de 40 dias do nascimento do bebê e deverá ser gradativo, com romantismo, carinho e planejamento do momento ideal para as relações. Fazer sexo, quando o bebê mamou há duas horas, será frustrante, pois, com certeza, haverá choro de fome durante o ‘ato’, o que acabará com a excitação de ambos, mas especialmente da mamãe”, adverte a sexóloga. E complementa: “Além do que já mencionei, é importante evitar perder tempo com programas de televisão, com o uso de computador ou na arrumação de casa. Quando o bebê dormir é hora de relax; muitas vezes um banho junto é excitante, e nem sempre há necessidade de as carícias terminarem em penetração. Vale aproveitar esses momentos para  trocar carinhos e palavras de sedução”.

Rosa Maria Neme observa ainda que, para tentar resolver este problema, é possível recorrer a medicamentos naturais que podem ajudar na elevação da libido e praticar exercícios físicos, que melhoram a sensação de cansaço e aumentam um pouco a produção da testosterona.

Fontes consultadas:

Ângela Carvalho (CRM 11060).
Endereço: Rua XV de Novembro, 2913, Alto da XV, Curitiba, PR.
Tel.: (41) 3026-4994. angelacarvalho@onda.com.br;

Rosa Maria Neme (CRM-SP 87844): www.endometriosesp.com.br.

Por Kelen Trevisan

Micose: cuide-se com o sol e previna-se na academia de ginástica

O sol é um dos maiores vilões quando o assunto é micose

Quando pensamos em academia de ginástica ou esportes aquáticos, logo vêm os riscos de se contrair uma micose. Ela é um dos problemas mais comuns e simples da pele que acomete pessoas de todas as idades. Trata-se de uma doença infecciosa que, se não for tratada rapidamente e do jeito correto, pode trazer muito desconforto e mal-estar, além do fato de ser altamente contagiosa. Isso mesmo, você pode contaminar filhos, marido, amigas etc.

Os agentes causadores da micose são os fungos. Por serem microscópicos, eles crescem com facilidade em ambientes quentes e úmidos e existem vários tipos. E não é apenas no verão que ela dá as caras, saiba mais!

A mais comum: Sem dúvida, a transpiração, principalmente nos dias ensolarados, nas praias ou piscinas, é fator de risco para a contaminação. E esse tipo de micose é denominada de pitiríase versicolor, causada por um fungo que provoca manchas redondas e esbranquiçadas no tronco e nos braços. Com maior incidência no verão, quando a temperatura mais alta favorece o crescimento do fungo, esse tipo de micose acomete mais as pessoas com predisposição para o problema.
O tratamento: deve ser feito com antifúngicos de uso tópico (local) sendo importante também manter a pele arejada e limpa. Ou seja, roupas frescas e mais soltinhas.

Micose de pé: É bem comum e causa lesões variadas nos pés, como bolhas e descamação.
Quem já não se viu, pelo menos uma vez na vida, às voltas com a famosa frieira, que provoca maceração e avermelhamento entre os dedos e, em geral, é causada por fungos. Esse tipo de micose ocorre em pessoas que mantêm os pés quentes e úmidos, devido ao uso de sapatos fechados ou tênis, não permitindo a ventilação.
Outro tipo de micose muito conhecida é o pé-de-atleta, que provoca descamação intensa na planta do pé e é muito confundia com o ácido úrico. Vale destacar que o aumento do ácido úrico no organismo não causa esse tipo de alteração na pele.
O tratamento: somente com antifúngicos locais, demorando cerca de 40 dias para regredir o quadro da infecção.
Importante! Quando se trata desse tipo de micose, a prevenção é perfeitamente possível desde que você seque bem os pés após o banho ou o contato com a água e deixe sempre que possível os pés arejados para que a pele respire, evitando o uso de calçados fechados o tempo inteiro.

Micose de unha: É considerada a mais difícil de ser tratada, a onicomicose é causada por fungos que se adaptam muito bem ao pé e se alimentam de queratina das unhas, causando um engrossamento, amarelamento e descamação intensa das mesmas. Para esse tipo de micose, é necessário fazer um exame micológico direto, para diagnóstico do problema. Com uma técnica simples, raspando-se um pouco do material da região adequada, o especialista pode observar no microscópio comum o aparecimento dos agentes específicos.
O tratamento: é demorado e deve ser feito com medicação sistêmica, durante alguns meses. Hoje em dia existem antifúngicos eficazes que, em cerca de seis meses, podem deixar a aparência da unha normalizada. Também já existem alguns produtos farmacêuticos – em forma de esmaltes – capazes de tratar as unhas quando a micose não avançou demais.

Para todos os casos
A partir do momento em que você notou algo de diferente, vale a pena marcar uma consulta com seu dermatologista. Todos os tipos de micose respondem melhor ao tratamento logo de início. Dessa forma também você não transmite o problema para familiares e pessoas que convivem com você no dia a dia. Perca um minutinho a mais no espelho e na hora de passar hidratante no corpo, por exemplo. O autoconhecimento é essencial nesse momento.

Daniela Hueb é médica com especialização em Dermatologia e Nutrologia

Sol: saiba como não torná-lo o vilão da sua pele

Durante o verão, os noticiários, as revistas e os jornais parecem que só gostam de falar de todos os malefícios que o hábito de tomar sol traz para a nossa vida, não é mesmo? E com as férias, parece que vivemos na maior incoerência, afinal o sol está brilhando lá fora, nos chamando pra curtir, mas o saudável mesmo é ficar na sombra. Calma, também não é nada tão drástico assim. O sol faz bem, você só precisa tomar os cuidados corretos. Vamos lá?

Os benefícios da luz do sol

Ela promove a síntese da vitamina D, que é extremamente necessária para fortalecer os ossos e evitar o raquitismo. Há também evidências de uma ligação entre exposição solar, a produção aumentada de hormônios e melhora da disposição e do humor, fato que tem um papel importante na manutenção da saúde mental e dos ritmos circadianos.

Viu só como o sol não tão vilão assim? Mesmo porque a privação prolongada de luz do sol, tal como ocorre em países do extremo norte durante o inverno, pode levar a distúrbios de ordem afetiva sazonal, caracterizado pela conhecida depressão nos invernos.

 Os problemas de abusar do sol

O que pouca gente sabe é que a cor dourada que vem do bronzeado é uma reação de defesa da pele em relação ao sol, sabia? Pois é! Em decorrência da exposição excessiva à radiação UV emitida pelo sol ou camas de bronzeamento, células especializadas da pele (melanócitos) aumentam a produção de melanina (pigmento que dá a cor da pele) com o objetivo de proteger as células dos efeitos prejudiciais da radiação UV.

Além disso, o sol tem efeito cumulativo na pele, o que significa que abusar do bronze na juventude fará com que, dentro de alguns anos e de forma precoce, você sofra com rugas, manchas, perda de elasticidade e fotoenvelhecimento.

 Câncer de pele

Como se não bastassem esse problemas, existe o risco grande de desenvolver câncer de pele. Isso acontece porque a radiação solar provoca menor resposta imunológica da pele que, por sua vez, fica mais vulnerável ao aparecimento do câncer. Enquanto na década de 30 as estatísticas apontavam um caso de câncer de pele para cada 1.500 pessoas, no ano 2000, a taxa subiu de um para cada 90 pessoas. Entre os vários tipos de tumores de pele, os carcinomas representam entre 70% e 80% das ocorrências, enquanto o câncer de pele mais terrível, o melanoma, de 5% a 7%. Atualmente a maioria dos tipos de câncer pode ser tratada e curada, quando diagnosticada cedo. Portanto, o melhor a fazer é procurar seu dermatologista logo que perceber qualquer alteração na sua pele.

 O melhor é prevenir

Uma vez que se esconder do sol não é garantia de vida saudável (nem de felicidade!), o melhor é saber como se expor à luz solar. Então, anote as dicas:

- Evite pegar sol entre 10 da manhã e 4 da tarde, quando raios de sol são os mais fortes. Nesse período, a sombra é o melhor lugar do mundo!

- Use um protetor solar com fator de proteção solar (FPS) 15 (se você tem pele negra) e de 30 para cima (se tem a pele mais branquinha) sempre que estiver ao ar livre, até mesmo para esperar um ônibus na rua. Esse cuidado pode reduzir a incidência da maioria dos tipos comuns de câncer de pele e diminuir o envelhecimento precoce. Escolha um protetor solar com ingredientes que bloqueiem tanto os raios ultravioleta B quanto os ultravioleta A. Outro cuidado importantíssimo é passar o protetor vinte minutos antes de se expor ao sol e reaplicar sempre que se molhar ou suar. Se você tem crianças, o cuidado deve ser redobrado.

- Passe longe de câmaras de bronzeamento artificial. Isso porque as lâmpadas destas são mais intensas que a luz do sol natural. Pode haver queimadura, envelhecimento prematuro da pele e, com certeza, haverá no futuro um maior risco de desenvolver câncer de pele. Se você acha bonita a cor do bronzeado, use produtos autobronzeadores. Escolha uma marca conhecida e siga as instruções da embalagem.

- Sempre que estiver na praia ou piscina, use chapéu e óculos de sol.

 - Se o uso do protetor solar incomoda você, dê uma passadinha em seu dermatologista. Ele pode lhe indicar um produto mais personalizado, que não lhe causar tanto incômodo. O que não pode é se esconder em casa ou sair desprotegido.

Daniela Hueb
Médica, CRM-SP 96.027

Ensaio sensual: uma recordação para toda a vida!

Que mulher não gostaria de receber uma proposta milionária para posar nua para a Playboy? Até as mais tímidas ficariam tentadas a tal façanha se a oferta fosse muito boa, certo? Mas, esquecendo o fator monetário, pensemos apenas no quesito ‘realização pessoal’. Não seria o máximo ter um ensaio sensual feito por um fotógrafo experiente com alguns minuciosos retoques de Photoshop?

Persuadidas por essa ‘tentação’, que virou até tema na última novela das 20h, da Globo, inúmeras mulheres estão se rendendo às lentes de fotógrafos (as) e tirando a roupa, literalmente. Na maioria dos ensaios, elas aparecem seminuas vestindo apenas lingeries, camisolas, baby dolls e corselets.  Algumas encarnam verdadeiras divas do Cinema ou voltam no tempo na pele de sedutoras ‘pin-ups’. Tudo para recriar uma atmosfera sedutora e fora da realidade do dia-a-dia, afinal, muitas são executivas ou workaholics assumidas.

Investir num presente inesquecível para o noivo, marido ou pretê, fazer fotos sensuais durante a gravidez, recomeçar depois de uma dolorosa separação, redescobrir-se depois que os filhos chegaram à adolescência ou guardar para si, enfim, não importa o motivo que as impulsiona a fazer um ensaio ou book sensual, a verdade é que todas as mulheres buscam a mesma coisa: sentir-se bem, mais bonita e valorizada.

Ensaio sensual

Graças à qualidade das novas tecnologias de impressão, pode-se também produzir uma pequena tiragem em formatos de revistas ou livros, com papéis e acabamentos especiais no melhor estilo ‘book de luxo’. E, o melhor, o investimento é bem acessível às mulheres ‘labutadoras’.

O site www.lojaclubedacalcinha.com.br, que realiza esse tipo de serviço, está realizando uma pesquisa para saber em qual momento da sua vida você faria um book ou ensaio sensual e o principal motivo dessa façanha? Comente aqui no blog ‘das basiquinhas’ ou mande um e-mail para mulheres@clubedacalcinha.com.br. A sua opinião é muito importante para nós e vai embasar nossas próximas promoções!

Beleza em casa

A mulher enfrenta, todos os dias, o desafio de conciliar diferentes papéis na sociedade e fica mais fácil se puder tirar de sua rotina aquilo que pode tomar seu tempo e dinheiro. Mas, apesar do corre-corre, não pode deixar de se cuidar, certo?  Você pode transformar sua casa em seu spa particular economizando e relaxando sem sair de casa. Essa é a dica da nossa colunista Amalia Sina, empresária.

O sucesso da nossa colunista Fluvia Lacerda

 

Nossa colunista, a modelo Fluvia Lacerda, foi fotografada para um editorial de moda plus size.  A idéia do shooting partiu da entrevista realizada pela repórter Victoria Marchesi, na qual Fluvia revela suas histórias e as dificuldades encontradas para ingressar no mercado de moda. A modelo já fotografou campanhas para as marcas americanas Igigi, Torrid, Monif, Eliza Parker, entre outras, e para a espanhola Biluzik. Pode ser vista também em revistas como Glamour, Latina e Pulse Magazine.

O styling do editorial é assinado pela equipe do portal Chic, de Glória Kalil, e as fotos por Charles Naseh. O resultado final você confere no http://chic.ig.com.br/moda/noticia/exclusivo-chic-a-top-plus-size-fluvia-lacerda-faz-primeiro-editorial-de-moda-no-brasil

Eventos para noivas acontecem em Maio

Seguindo a tradição de ser o mês das noivas, Maio reserva, pelo menos para nós, as basiquinhas, uma série de eventos dedicados às mulheres que estão em vias de subir ao altar.
Nossa agenda começa com um evento super bacana: o Fala Noiva, que acontece no dia 04 de Maio, às 20h, no Espaço Montenegro Cultural. Organizado pela Carolina Montenegro, da Puntuale, em parceria com a Sabrina Lauton, do Véu de Noivas, o encontro nasce com o conceito de reunir algumas empresas especializadas do segmento, o que inclui o chá-de-lingerie do Clube da Calcinha, para que elas possam interagir ao máximo com as noivinhas contemporâneas. As inscrições podem ser feitas no blog www.veudenoivas.com.br. As vagas são limitadas.

Banner do evento Fala Noiva

Primeira edição do evento Fala Noiva

Checklist Noivas no Espaço Be

Neste último domingo, 28 de março, levamos as nossas lingeries para passear num megasalão de São Paulo,  o Espaço Be, localizado no bairro de Santana. Além de contar com salas privativas e impecáveis para a realização do ‘inesquecível’ Dia da Noiva, o lugar conta com áreas inusitadas e reservadas para a realização de encontros ocasionais de grupos fechados, como os de empresários, em aclamados ‘clubes do uísque’.  Mas, deixando os ‘clubes do bolinha’ para lá, vamos ao que realmente interessa: encontro de noivinhas! 

Nesta edição do Checklist Noivas, o Espaço Be apresentou as novas tendências de cabelo e maquiagem para noivas

O Espaço Be é ‘maravilhoso’ e requintado. Decorado com extremo bom gosto e com salas especiais para diferentes necessidades, reúne atrativos para diferentes perfis de clientes: pode-se fazer os tradicionais e cotidianos tratamentos de beleza, testar as novidades trazidas dos principais centros de referência do mundo ou desfrutar do mais puro ‘êxtase’ do relaxamento nas aconchegantes salas de massagens com ofurôs. 

Voltando…no último final de semana, o evento realizado no espaço foi dedicado exclusivamente às noivinhas, com casamentos marcados para 2010 e 2011, aficcionadas por novidades para o grande dia. Entre os lançamentos: O Espaço Be apresentou as mais novas tendências de maquiagem e cabelo para noivas e madrinhas em um desfile super bacana. Mais uma vez o ‘chá-de-lingerie’ realmente mostrou que veio para ficar e já está substituindo os chás mais tradicionais, sem contar que a escolha dos itens, a montagem da lista e o envio dos convites podem ser feitos pela Internet, com inúmeras vantagens, inclusive, de bônus especiais para as noivas. 

Casadas há alguns anos com maridos diferentes, ‘claro!!!!’, ficamos impressionadas com a gama de novos serviços para casamento. No quesito ‘decoração’, flores, enfeites, tecidos e adornos ganham efeitos especiais graças aos criativos  jogos de luminotécnica. Músicos criam performances inusitadas e causam frisson na apresentação dos tradicionais repertórios.  Sem contar nos coquetéis coloridos e saborosos cuidadosamente elaborados pelos ‘barmen’.  

Decoração, realizada pela Luz & Arte, mostra que o requinte do branco continua em alta

  

Vale a pena ficar antenada e conferir as próximas edições do Checklist Noivas. Para saber mais: http://www.checklistnoivas.com.br/home.php