Arquivos mensais: janeiro 2011

Sol: saiba como não torná-lo o vilão da sua pele

Durante o verão, os noticiários, as revistas e os jornais parecem que só gostam de falar de todos os malefícios que o hábito de tomar sol traz para a nossa vida, não é mesmo? E com as férias, parece que vivemos na maior incoerência, afinal o sol está brilhando lá fora, nos chamando pra curtir, mas o saudável mesmo é ficar na sombra. Calma, também não é nada tão drástico assim. O sol faz bem, você só precisa tomar os cuidados corretos. Vamos lá?

Os benefícios da luz do sol

Ela promove a síntese da vitamina D, que é extremamente necessária para fortalecer os ossos e evitar o raquitismo. Há também evidências de uma ligação entre exposição solar, a produção aumentada de hormônios e melhora da disposição e do humor, fato que tem um papel importante na manutenção da saúde mental e dos ritmos circadianos.

Viu só como o sol não tão vilão assim? Mesmo porque a privação prolongada de luz do sol, tal como ocorre em países do extremo norte durante o inverno, pode levar a distúrbios de ordem afetiva sazonal, caracterizado pela conhecida depressão nos invernos.

 Os problemas de abusar do sol

O que pouca gente sabe é que a cor dourada que vem do bronzeado é uma reação de defesa da pele em relação ao sol, sabia? Pois é! Em decorrência da exposição excessiva à radiação UV emitida pelo sol ou camas de bronzeamento, células especializadas da pele (melanócitos) aumentam a produção de melanina (pigmento que dá a cor da pele) com o objetivo de proteger as células dos efeitos prejudiciais da radiação UV.

Além disso, o sol tem efeito cumulativo na pele, o que significa que abusar do bronze na juventude fará com que, dentro de alguns anos e de forma precoce, você sofra com rugas, manchas, perda de elasticidade e fotoenvelhecimento.

 Câncer de pele

Como se não bastassem esse problemas, existe o risco grande de desenvolver câncer de pele. Isso acontece porque a radiação solar provoca menor resposta imunológica da pele que, por sua vez, fica mais vulnerável ao aparecimento do câncer. Enquanto na década de 30 as estatísticas apontavam um caso de câncer de pele para cada 1.500 pessoas, no ano 2000, a taxa subiu de um para cada 90 pessoas. Entre os vários tipos de tumores de pele, os carcinomas representam entre 70% e 80% das ocorrências, enquanto o câncer de pele mais terrível, o melanoma, de 5% a 7%. Atualmente a maioria dos tipos de câncer pode ser tratada e curada, quando diagnosticada cedo. Portanto, o melhor a fazer é procurar seu dermatologista logo que perceber qualquer alteração na sua pele.

 O melhor é prevenir

Uma vez que se esconder do sol não é garantia de vida saudável (nem de felicidade!), o melhor é saber como se expor à luz solar. Então, anote as dicas:

- Evite pegar sol entre 10 da manhã e 4 da tarde, quando raios de sol são os mais fortes. Nesse período, a sombra é o melhor lugar do mundo!

- Use um protetor solar com fator de proteção solar (FPS) 15 (se você tem pele negra) e de 30 para cima (se tem a pele mais branquinha) sempre que estiver ao ar livre, até mesmo para esperar um ônibus na rua. Esse cuidado pode reduzir a incidência da maioria dos tipos comuns de câncer de pele e diminuir o envelhecimento precoce. Escolha um protetor solar com ingredientes que bloqueiem tanto os raios ultravioleta B quanto os ultravioleta A. Outro cuidado importantíssimo é passar o protetor vinte minutos antes de se expor ao sol e reaplicar sempre que se molhar ou suar. Se você tem crianças, o cuidado deve ser redobrado.

- Passe longe de câmaras de bronzeamento artificial. Isso porque as lâmpadas destas são mais intensas que a luz do sol natural. Pode haver queimadura, envelhecimento prematuro da pele e, com certeza, haverá no futuro um maior risco de desenvolver câncer de pele. Se você acha bonita a cor do bronzeado, use produtos autobronzeadores. Escolha uma marca conhecida e siga as instruções da embalagem.

- Sempre que estiver na praia ou piscina, use chapéu e óculos de sol.

 - Se o uso do protetor solar incomoda você, dê uma passadinha em seu dermatologista. Ele pode lhe indicar um produto mais personalizado, que não lhe causar tanto incômodo. O que não pode é se esconder em casa ou sair desprotegido.

Daniela Hueb
Médica, CRM-SP 96.027

De volta aos trilhos

Entre as metas do novo ano, inclua essa: MEXA-SE!

Exagerou nas festas de fim de ano?

Tudo bem, é muito difícil resistir aos “happy hours”, confraternizações e às delícias das ceias de Natal e Ano Novo, afinal, todos os eventos sociais estão muito ligados ao comer e beber. Desde a antiguidade, o comer e as emoções andam juntos… Porém, é hora de voltar para a rotina e pensar na saúde.

Em primeiro lugar, dê um “fim” naqueles alimentos cheios de gordura e açúcar que sobraram na geladeira e naquele armário “estratégico!. Qualquer alimento que possa sabotar seu resgate à boa forma deve ser eliminado.

Uma boa idéia é incluir mais proteínas em suas refeições, algo como 10 a 15 gramas em cada uma, uma vez que demoram mais para serem digeridos do que os carboidratos refinados e, portanto, dão sensação de saciedade por mais tempo. Tome cuidado com  os carboidratos refinados (açúcar, doces, tortas, pizza, sorvetes, álcool,  biscoitos) porque são digeridos rapidamente, aumentam o nível de glicose no sangue e estimulam a liberação do hormônio insulina.  Esse hormônio favorece o acúmulo de gordura no corpo, principalmente na região abdominal.

Mexa-se! Mesmo que você não vá à academia ou ao clube, procure ter uma vida ativa e evite ao máximo o sedentarismo. Claro que o ideal seria fazer exercícios regulares pelo menos 3 vezes por semana durante 1 hora, porém, caminhar diariamente pelo menos 30minutos já ajuda, assim como subir e descer escadas, estacionar o carro longe, passear com o cachorro e evitar ficar muito tempo sentado.

Dê preferência aos carboidratos integrais com frutas, verduras, legumes, cereais integrais, grãos e pão integral.

Lembre-se: um bom estilo de vida garante uma boa forma e uma ótima saúde, para começar o ano com o “pé direito”.

Dr. Filippo Pedrinolla

Só deu calcinha amarela…

Realmente as mulheres mudaram. Se você fizer uma enquete com as amigas e conhecidas sobre qual a cor escolhida da calcinha, que elas passaram o Réveillon de 2011, vai descobrir que a maioria optou pela amarela. Isso apenas reflete as metas prioritárias para o novo ano das mulheres da atualidade: carreira, saúde financeira em dia, sucesso e muito dinheiro na conta para consumir, gastar e comprar, certo!

Mas, para começar o novo ano com o pé direito, queremos influenciá-la em algumas resoluções, que vão aflorar ainda mais a sua femilidade para que você possa curtir melhor ‘as riquezas’, que estão por vir: compre um bom tênis para iniciar suas caminhadas ou corridas diárias. Não gosta de correr? Compre então umas duas trocas de roupa de ginástica e se matricule na academia mais próxima da sua casa (assim não terá desculpa para faltar) ou no pilates. Também não gosta de ginástica? Tem ainda natação, yoga, hidroginástica, judô, dança…enfim, infinitas modalidades e possibilidades para se ter uma vida mais saudável.  

Que tal voltar à estudar? Nada melhor do que investir em conhecimento. Portanto, passe as próximas horas pesquisando no Google novos cursos livres, escolas de idiomas, cursos de reciclagem na sua área de trabalho, especializações, MBA, pós-graduação…Quem sabe não é chegada ‘a hora’ de fazer aquele mestrado tão adiado? Ou aquele intercâmbio perdido dos tempos da adolescência…Neste campo, você pode descobrir talentos inovadores e arriscar em áreas antes pouco exploradas na sua vida, como música, teatro, fotografia, gastronomia, moda, beleza ou mecânica.

E, que tal ter mais tempo para a família, o lazer, as viagens, as visitas à nutricionista, os cuidados com a beleza, as idas ao cinema, à leitura de bons livros…Invista em você!!!!